colegio mesquita

“Tapa na cara do eleitor paraibano”, diz deputado após aprovação de cidadania a Bolsonaro na ALPB

“Tapa na cara do eleitor paraibano”, diz deputado após aprovação de cidadania a Bolsonaro na ALPB

Paraíba
Joaquim
27 de dezembro de 2022
3

“Uma decisão de apenas 12, dos 36 deputados, que lamentavelmente teve a abstenção e omissão de alguns que não votaram, mas a outorga deste título é, sem dúvida alguma, uma tapa na cara do eleitor da Paraíba que não aprovou o governo Bolsonaro, e mostrou isso claramente nas urnas, em todos os municípios paraibanos. Isso é uma verdadeira vergonha para a ALPB e para a Paraíba”, disse o deputado estadual Jeová Campos (PT), após os deputados aprovarem, durante sessão desta terça-feira (27), o Título de Cidadão Paraibano ao presidente Jair Bolsonaro. A propositura foi do Cabo Gilberto.

“Fica aqui o meu repúdio e a minha decepção com essa decisão. Infelizmente, um placar de 12×11, mas na verdade o correto seria a Casa inteira ter recusado e negado esse título imoral a esse genocida, fascista chamado Jair Bolsonaro. Quero registrar o meu protesto e a minha indignação e vergonha por tão alta honraria ser dada a alguém tão insignificante que foi o pior presidente que o Brasil já teve em todos os tempos”, reiterou Jeová.

Em artigo publicado em seu blogcom o título ‘Eu não sou conterrâneo de Bolsonar’, Marcos Thomaz, também protestou sobre a outorga do título a Bolsonaro. “Não quero ser conterrâneo, ou compartilhar méritos de títulos protocolares com figuras como Bolsonaro, que teve o Titulo de Cidadão Paraibano aprovado nesta manhã na Assembleia Legislativa da Paraíba. Espero, de verdade, é o dia em que o dito cujo seja desterrado, expatriado, tornado apátrida por todos os crimes que cometeu contra a nação e pelo mal perpetrado aos brasileiros. Aos deputados que votaram a favor deste ultraje, mais que esta missiva, lanço o desafio de apontarem uma única ação relevante deste senhor em prol do Estado e dos paraibanos, além de mugidos e motociata em Campina Grande!?!?”, destacou um dos trechos do texto. E o autor foi mais além. “Ouso pedir que se expliquem as milhares de famílias de vítimas paraibanas da Covid 19, em parcela considerável mortas devido a negligência do senhor Bolsonaro!”. Ele encerrou o texto com essa frase: “Mais respeito a Parahyba de ontem, hoje e amanhã, senhores representantes do povo”.

Além de Jeová, votaram contra a propositura os deputados Anísio Maia, Chió, Doda de Tião, Edmilson Soares, Cida Ramos, Estela Bezerra, Inácio Falcão, Pollyana Dutra, Ricardo Barbosa e Wilson Filho. Anderson Monteiro, Cabo Gilberto, Camila Toscano, Wallber Virgilino, Dr. Taciano Diniz, Dra. Jane Panta e Dra. Paula, Felipe Leitão, Galego de Souza, Jutay Meneses, Moacir Rodrigues e Tovar Correia Lima votaram sim. Adriano Galdino, Buba Germano e Dr. Érico se abstiveram de votar. Os demais deputados não votaram.

 

Wscom

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.