Tornados e onda de frio nos EUA matam sete pessoas e param vacinação

Tornados registrados no sudeste dos Estados Unidos e o frio histórico abaixo de zero em estados do sul, como o Texas, foram responsáveis hoje (16) por sete mortes e por grandes cortes de fornecimento de energia que cancelaram a vacinação contra a covid-19.

O clima deve seguir assim em muitas partes dos Estados Unidos até a próxima sexta-feira (19), com até 10 centímetros de neve e chuva congelante previstos para os estados do sul e do nordeste.

Uma massa de ar do Ártico, que atingiu grande parte do país, empurrou as temperaturas para mínimas históricas nesta terça-feira, segundo a meteorologista Lara Pagano, do Centro de Previsão do Tempo do Serviço Meteorológico Nacional em College Park, Maryland.

Em Lincoln, Nebraska, a temperatura chegou a -35 graus Celsius (°C), quebrando o recorde anteriormente estabelecido em 1978, de -27°C.

Em meio à falta de energia, autoridades fecharam locais de vacinação e dobraram esforços para utilizar cerca de 8.400 doses que exigem refrigeração abaixo de zero, depois que um gerador falhou, informou a juíza do condado de Harris Lina Hidalgo.

No sudeste dos Estados Unidos, um sistema de baixa pressão serviu de combustível para tempestades que provocaram pelo menos quatro tornados, disse o meteorologista Jeremy Grams, do serviço climático do Centro de Previsão de Tempestades em Norman, Oklahoma.

Agência Brasil

Assine nosso boletim de notícias

Receba gratuitamente em seu email todas as notícias que acontecem no vale do Piancó, na Paraíba e no mundo, assine já, é grátis, digite seu melhor e-mail no compo abaixo e click no botão Assinar.

Falta pouco

Confirme sua assinatura gratuita seguindos o passo a passo abaixo:

Joaquim Franklin

Formado em jornalismo pelas Faculdades Integradas de Patos-PB (FIP) e radialista na Escola Técnica de Sousa-PB pelo Sindicato dos Radialistas da Paraíba.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *