Vendas no varejo crescem 1,3% e fecham primeiro trimestre em alta, na Paraíba

Na passagem de fevereiro para março de 2022, na série com ajuste sazonal, o volume de vendas do comércio varejista na Paraíba apresentou variação positiva pelo terceiro mês consecutivo, atingindo 1,3%, conforme mostra a Pesquisa Mensal do Comércio (PMC), divulgada pelo IBGE, nesta terça-feira (10). Em janeiro, o crescimento foi de 1,8% e, em fevereiro, de 2,2%.

A taxa média nacional de vendas do comércio varejista mostrou avanço de 1,0% em março, com resultados positivos em 19 das 27 Unidades da Federação, com destaque para: Goiás (3,0%), Roraima (2,8%) e Pernambuco (2,5%).Por outro lado, pressionando negativamente, figuram sete UFs, com destaque para Amazonas (-3,2%), Distrito Federal (-1,5%) e Bahia (-1,2%). O Pará apresentou estabilidade (0,0%).

Para a mesma comparação, no comércio varejista ampliado, que inclui as atividades de Veículos, motos, partes e peças e de Material de construção,a variação entre fevereiro e março de 2022 foi positiva no Brasil,em 0,7%, com resultados positivos em 14 das 27 Unidades da Federação, com destaque para: Espírito Santo (11,9%), Goiás (7,4%) e Piauí (4,0%), tendo a Paraíba ficado com de 0,6%, taxa essa próxima à verificada em nível nacional. Por outro lado, pressionando negativamente, figuram 13 das 27 Unidades da Federação, com destaque para Ceará (-3,1%), Rio Grande do Sul (-2,1%) e Acre (-2,0%). Na Paraíba, esse indicador também cresceu pelo terceiro mês consecutivo, tendo variado 4,1% em janeiro, assim como 2,7%, em fevereiro.

Frente a março de 2021, a variação das vendas no comércio varejista brasileiro foi de 4,0%, com resultados positivos em 24 das 27 Unidades da Federação, com destaque para Ceará (20,4%), Distrito Federal (19,6%) e Amapá (17,9%), tendo a Paraíba ficado com a menor variação positiva, de 0,3%.Por outro lado, três UFs pressionaram negativamente o resultado final: Amazonas (-6,8%), Sergipe (-4,4%) e Rio de Janeiro (-3,5%).

Já no comércio varejista ampliado, a variação no volume de vendas entre março de 2022 e março de 2021, mostrou crescimento de 4,5% no Brasil, com resultados positivos em 23 das 27 Unidades da Federação, com destaque nas altas para Goiás (19,1%), Tocantins (15,3%) e Amapá (14,9%), tendo a Paraíba alcançado variação de 1,8%. Por outro lado, algumas UFs pressionaram negativamente o resultado final para o país, como Amazonas (-9,6%), Pernambuco (-4,1%), Rio de Janeiro (-1,6%) e Paraná (-0,5%).

 

Joaquim Franklin

Formado em jornalismo pelas Faculdades Integradas de Patos-PB (FIP) e radialista na Escola Técnica de Sousa-PB pelo Sindicato dos Radialistas da Paraíba.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.