Acusado de matar homem e menina de 10 anos em Mãe d’Água é preso na casa de parentes

Um homem acusado de matar duas pessoas em abril deste ano na cidade de Mãe d’Água, na Região Metropolitana de Patos, foi preso em uma ação conjunta das Polícias Civil da Paraíba e de São Paulo.

Segundo o delegado Edson Pedrosa informou ao Notícia Paraíba, o crime ocorreu em um bar e o suspeito atirou várias vezes contra Vanderlan Lopes de Sousa, de 43 anos. Mesmo ferida, a vítima tentou escapar e saiu correndo. O atirador continuou perseguindo o homem e efetuando disparos e um dos tiros atingiu Jennifer Paulino de Souza, de 10 anos.

Vanderlan não resistiu aos ferimentos e morreu no local. Já a criança chegou a ser socorrida para o Complexo Hospitalar Regional de Patos, mas também faleceu.

O acusado estava foragido e foi localizado após uma denúncia anônima na casa de parentes em Itupeva, interior de São Paulo.

A Delegacia de Polícia de Mãe d’Água tem o prazo de 30 dias para concluir as investigações.

Joaquim Franklin

Formado em jornalismo pelas Faculdades Integradas de Patos-PB (FIP) e radialista na Escola Técnica de Sousa-PB pelo Sindicato dos Radialistas da Paraíba.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.