China acusa EUA de alimentar tensões e alerta para risco de conflito

China acusa EUA de alimentar tensões e alerta para risco de conflito

Mundo
Joaquim
8 de março de 2023
68

Sem rodeios, a China acusou, ontem, os Estados Unidos de alimentar as tensões entre as duas potências e alertou para o risco de um conflito e um confronto. Ao discursar durante as chamadas Duas Sessões, evento que reúne o Legislativo, em Pequim, o presidente Xi Jinping criticou a “repressão” ocidental contra o país, citando nominalmente os americanos como líderes do movimento. Horas depois, num tom ainda mais duro, o chefe da diplomacia chinesa, Qin Gang, falou sobre o possível “descarrilamento” das relações e defendeu a parceria com a Rússia.

“Países ocidentais liderados pelos Estados Unidos iniciaram uma política de contenção, cerco e repressão contra a China, que provocou severos desafios, sem precedentes, para o desenvolvimento do nosso país”, declarou Xi, citado pela agência estatal de notícias Xinhua. Aos 69 anos, o presidente se prepara para iniciar o terceiro mandato presidencial consecutivo, que deve ser formalizado ao fim do evento.

Segundo a versão em inglês do discurso aos delegados da Conferência de Consulta Política do Povo Chinês (CCPPC), o líder chinês enfatizou que o país deve “ter a coragem de lutar ao enfrentar mudanças profundas e complexas no panorama local e internacional”. Acrescentou ainda que desde 2018 surgiram obstáculos que ameaçam frear o avanço econômico chinês.

Pequim e Washington enfrentam inúmeras rivalidades nos últimos anos em diferentes setores, mas as relações alcançaram um nível maior de tensão no mês passado, quando, por ordem do presidente Joe Biden, os EUA derrubaram um balão chinês por suspeita de espionagem. O governo Xi nega a acusação, afirmando que o artefato tinha fins científicos.

O incidente do balão levou o secretário de Estado americano, Antony Blinken, a adiar uma visita diplomática a Pequim, onde pretendia abordar uma série de temas importantes.

 

Correio Braziliense

Joaquim Franklin

Joaquim Franklin

Formado em jornalismo pelas Faculdades Integradas de Patos-PB (FIP) e radialista na Escola Técnica de Sousa-PB pelo Sindicato dos Radialistas da Paraíba.

You May Also Like!

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.