Chuva trouxe alegria e rastro de destruição aos moradores de Conceição

Chuva trouxe alegria e rastro de destruição aos moradores de Conceição

Destaque Vale
Joaquim
12 de janeiro de 2024
61
A forte chuva que caiu no município de Conceição, na madrugada desta quinta-feira (11), trouxe muita alegria e esperança para os moradores do município (Assista a vídeo, abaixo), mas também trouxe aflição e medo a muitos. Em alguns setores do município moradores ficaram ilhados e muitos tiveram que abandonar suas casas, a exemplo do sítio Roçado, onde um manancial não suportou a força das águas e arrombou.

Ao todo, dentro do perímetro urbano, choveu 99mm. No entanto, em várias localidades, os dados pluviométricos chegaram a 150mm. E foi, justamente, nesses lugares que os estragos aconteceram. (Siga o Instragam do portal)

Na comunidade Roçado, por exemplo, uma família de cerca de cinco pessoas ficou ilhada após o rompimento de um açude, que levou nas águas a esperança de uma gente sofrida, que tem nas chuvas o seu sonho diário para conseguir o sustento da sua família.

Com o alto volume de chuvas que caiu sobre a região na madrugada, alguns açudes menores foram atingindo a capacidade máxima e rompendo, gerando um efeito dominó, até chegar no açude maior da região, o açude Roçado, que com o alto volume de água recebido do acumulado de outros açudes menores que romperam, não suportou e rompeu. O açude Roçado tem capacidade máxima de 798.969 metros cúbicos de água, segundo dados da Agência Executiva de Gestão das Águas (Aesa).

Além do açude do sítio Roçado, outros também transbordaram e vários outros pequenos manaciais também foram ameaçados de rompimento.

Além disso, na região do sítio Maria Soares, animais desapareceram com as enxentes nos riachos e poste da rede elétrica, que abastece a região, foram levados pelas enxurradas, deixando diversas pessoas sem energia. O fato também ocorreu e foi gravado por celulares de moradores na zona rural de Ibiara, cidade que fica a cerca de 12 quilômetros de Conceição.

Transtorno e prejuízos com o rompimento do açude do sítio Roçado

A comunidade Roçado tem cerca de 100 famílias e com o rompimento do açude houve diversas perdas materiais, pois essas famílias dependiam do reservatório para irrigação de plantações, abastecimento para os animais e consumo humano. Um dos moradores da comunidade, Manoel de Brito Filho, de 74 anos, explicou que ouviu o momento do rompimento da barragem e que poucos minutos depois toda a região estava alagada. (Assista ao vídeo, abaixo)

O presidente da Aesa, Porfírio Loureiro, informou que o açude Roçado é municipal e de responsabilidade da Prefeitura de Conceição, que é o órgão que faz a inspeção de segurança.

“A gente já vem notificando a prefeitura há tempos para fazer uma recuperação nela e infelizmente não fomos atendidos, já foram feitos alertas e hoje, novamente, notificamos a prefeitura”, explicou o presidente da Aesa.

Prefeitura nega

A prefeitura de Conceição explicou que não recebeu nenhuma notificação da Aesa, que não consta nenhuma notificação nos arquivos da prefeitura feita pelo órgão, e que, em nota técnica, o desmatamento das encostas do açude contribuíram para a erosão e, consequentemente, rompimento da barreira do açude.

Vereador denuncia que a responsabilidade é da gestão, pois ele próprio já havia feito diversas solicitações, através da Câmara de Vereadores do município, para que o açude fosse vistoriado. (veja vídeo, abaixo)

 

 

 

Por Gilberto Angelo

Joaquim Franklin

Joaquim Franklin

Formado em jornalismo pelas Faculdades Integradas de Patos-PB (FIP) e radialista na Escola Técnica de Sousa-PB pelo Sindicato dos Radialistas da Paraíba.

You May Also Like!

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.