Com temporal, falta de energia e pênalti anulado, Fortaleza vence o Sport e é campeão do Nordeste

O Fortaleza venceu o Sport por 1 a 0 nesse domingo (3), na Arena Castelão, em Fortaleza e se sagrou campeão da Copa do Nordeste, pela segunda vez. Yago Pikachu marcou o único gol da partida para o Leão do Pici aos 47 minutos do primeiro tempo.

Logo aos dois minutos de jogo o Fortaleza pediu pênalti, mas após conferir no VAR, o árbitro Marielson Alves da Silva decidiu não marcar a penalidade. O primeiro tempo foi todo do Fortaleza, mas a rede só balançou aos 47′, de pênalti.

O segundo tempo foi marcado por um jogo muito pegado com muitas faltas e cartões amarelos. O primeiro lance de perigo do Sport foi aos 21 minutos, mas Max Wallef fez grande defesa, apesar disso, o lance já não tinha validade, já que o jogador do Leão de Pernambuco estava impedido.

O Sport também teve um pênalti favorável marcado pelo VAR, mas após análise, o árbitro constatou que o lance ocorreu fora da área.

Aos 35′, o Fortaleza ficou com menos um jogador, após expulsão do atacante Robson, que deu uma cotovelada no rosto de Rafael Thyere. O Sport então partiu para o tudo ou nada para aproveitar a superioridade numérica, mas o jogo foi paralisado por uma queda de energia no Castelão, aos 44′ do segundo tempo.

O Jogo foi retomado aos 47′, e o árbitro deu mais oito minutos de acréscimo, mas as fortes chuvas na Capital Cearense encharcaram o campo, impedindo que a bola rolasse.

O nervosismo era aparente e até mesmo duas bolas foram colocas em campo. O árbitro encerrou a partida aos 58 minutos e houve muita reclamação por parte dos jogadores do Sport.

Joaquim Franklin

Formado em jornalismo pelas Faculdades Integradas de Patos-PB (FIP) e radialista na Escola Técnica de Sousa-PB pelo Sindicato dos Radialistas da Paraíba.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.