Júri de acusados de matar auditor fiscal é adiado pela terceira vez

Júri de acusados de matar auditor fiscal é adiado pela terceira vez

Policial
Joaquim
4 de maio de 2023
59

Foi adiado, pela terceira vez, o julgamento de Paulo Rodrigo Ribeiro Teixeira de Carvalho e Carlos Roberto Ferreira Pontes, acusados do assassinato do auditor fiscal Paulo Germano Teixeira de Carvalho, em julho de 2019. Paulo Rodrigo é filho adotivo da vítima e acusado de ser o mandante do crime. Conforme apurou o ClickPB, o júri, que aconteceria nesta quinta-feira (04), foi adiado após o advogado de Carlos apresentar um atestado médico. A nova data foi marcada para o dia 19 de junho.

Com exclusividade ao ClickPB, a filha do auditor, Paula Teixeira de Carvalho disse que não aguenta mais esperar pela Justiça. De acordo com Paula, essa é a terceira vez que o júri é adiado. No dia 28 de março a audiência também foi adiada após o advogado de Paulo Rodrigo, acusado de ser mandante da morte do pai, apresentar atestado médico.

Após os adiamentos, o Tribunal do Júri marcou o julgamento para o dia 19 de junho, a partir das 9h, no Fórum Criminal de João Pessoa.

Relembre o caso

O crime aconteceu em julho de 2019, em uma granja no bairro de Paratibe, na zona sul de João Pessoa.

Joaquim Franklin

Joaquim Franklin

Formado em jornalismo pelas Faculdades Integradas de Patos-PB (FIP) e radialista na Escola Técnica de Sousa-PB pelo Sindicato dos Radialistas da Paraíba.

You May Also Like!

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.