Nilvan diz que buscará Bolsonaro antes de declarar apoio no 2º turno; Veneziano não declara apoio

O ex-candidato ao Governo da Paraíba Nilvan Ferreira (PL) declarou nesta segunda-feira (3) ter recebido com tranquilidade os números das urnas, que o colocaram em 3º na disputa: “Recebi de forma suave, respeitar a decisão das urnas. O povo foi extremamente correto comigo, com a votação de mais de 400 mil votos”.

Nilvan declarou à 98fm que estará à frente da campanha do segundo turno pela reeleição do presidente Jair Bolsonaro (PL).

“Vou estar à frente como um dos soldados da reeleição do presidente Bolsonaro. Vou andar por todas as cidades que eu puder andar”, declarou.

O comunicador revelou que ainda não conversou com os postulantes que concorrerão no segundo turno, João Azevêdo (PSB) e Pedro Cunha Lima (PSDB), e buscará a ‘senha’ de Bolsonaro sobre o pleito.

“Não tenho me atentado ao segundo turno para governador ainda não. Tenho um tempo para assumir uma postura, ainda não conversei com ninguém. Vou agora à tarde conversar com o presidente Jair Bolsonaro para que ele possa me dar um norte do que eu preciso fazer de posição”, apontou.

Veneziano

Desde o resultado das urnas na noite de ontem (2), Veneziano Vital (MDB) ainda não se pronunciou pessoalmente pelas redes sociais ou pela imprensa sobre o pleito ou um futuro apoio. O posicionamento se resumiu a um banner de agradecimento pelos votos recebidos.

 

 

Wscom

Joaquim Franklin

Formado em jornalismo pelas Faculdades Integradas de Patos-PB (FIP) e radialista na Escola Técnica de Sousa-PB pelo Sindicato dos Radialistas da Paraíba.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.