ONU estima que mais de 800 mil pessoas deixem Sudão por causa do conflito

ONU estima que mais de 800 mil pessoas deixem Sudão por causa do conflito

Mundo
Joaquim
2 de maio de 2023
84

A agência para refugiados da Organização das Nações Unidas (ONU), estima que mais de 800 mil pessoas podem deixar o Sudão se o conflito entre o exército e paramilitares persistir. Atualmente, há 100 mil exilados e 330 mil deslocados internos. A Organização Mundial para Migração calcula que as hostilidades que começaram no dia 15 de abril, já tenha deixado ao menos 334.053 deslocados. “Quase 72%, 240.000 dos novos deslocados internos, foram registrados apenas em Darfur Ocidental e Darfur do Sul”, afirmou o porta-voz da OIM, Paul Dillon. Nós calculamos que mais de 100 mil pessoas fugiram do Sudão para os países vizinhos”, disse Olga Sarrado, porta-voz do ACNUR, durante uma entrevista coletiva em Genebra.

Ao mesmo tempo em que on conflito parece desencadear uma crise de refugiados sem precedentes, segundo os especialistas ouvidos outros Jovem Pan, o Escritório para a Coordenação de Asuntos Humanitários (OCHA) das Nações Unidas alertou que o programa de ajuda para o Sudão em 2023 conta com apenas 14% do financiamento e que faltam 1,5 bilhão de dólares para enfrentar a crise humanitária, agravada pelos combates. “O pedido de 1,75 bilhão de dólares para o Sudão em 2023 tem apenas 14% do financiamento. Em outras palavras (…) enfrentamos um buraco de financiamento de 1,5 bilhão”, disse Jens Laerke, porta-voz do OCHA.

 

AFP

Joaquim Franklin

Joaquim Franklin

Formado em jornalismo pelas Faculdades Integradas de Patos-PB (FIP) e radialista na Escola Técnica de Sousa-PB pelo Sindicato dos Radialistas da Paraíba.

You May Also Like!

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.