Paraíba confirma 30 mortes por síndromes respiratórias

Paraíba confirma 30 mortes por síndromes respiratórias

Destaque Paraíba
Joaquim
26 de maio de 2023
143

De acordo com o levantamento da Secretaria de Estado da Saúde (SES), até o dia 20 de maio, foram confirmados 344 casos de síndromes respiratórias na Paraíba. Deste total, 40 foram de Influenza A (11,63%), 75 Influenza B (21,8%), 204 de Vírus Sincicial Respiratório (59,3%), 07 de Adenovírus (2,03%), 17 de Rinovírus (4,94%) e 01 de Parainfluenza (0,29%).

Destes 344 casos, 142 (41,28%) foram em menores de 1 ano, 98 em crianças de 1 a 4 anos de idade (28,49%) e 29 acometeram crianças de 05 a 09 anos (8,43%).

*As informações de casos confirmados são atualizadas semanalmente, de acordo com os dados do Boletim Epidemiológico de Vírus Respiratórios.

Cobertura Vacinal

A vacina contra influenza, que será oferecida até 31 de maio, está com 61,95% de cobertura na Paraíba. O público infantil (crianças entre 6 meses e menores de 6 anos), alcançou 54,43% dos indivíduos. A Paraíba tem 312.277 crianças aptas a receber a vacina e 173.784 doses foram aplicadas neste grupo.

*Dados oficiais preliminares (fonte: SI-PNI) extraídos às 11h30 do dia 25/05/2023, sujeitos à alteração por parte dos municípios.

O site da campanha não atualizou informações e os dados permanecem os mesmos do dia 24/05/2023.

Óbitos

Até o momento, a Paraíba registrou 30 óbitos por síndrome respiratória, sendo 18 por influenza (um deles com coinfecção com VRS), nove de Vírus Sincicial Respiratório (VRS), dois por Rinovírus e um por parainfluenza. Das vítimas, 14 estavam na faixa etária entre 0 e 9 anos; sete tinham entre 33 e 58 anos e nove eram maiores de 60 anos. Os óbitos foram confirmados entre residentes dos municípios de Monteiro (7); João Pessoa (6); Sousa (4); Sapé (2); Alagoa Grande (1); Cabedelo (1); Conde (1); Jacaraú (1); Lagoa Seca (1); Santa Luzia (1); São João do Tigre (1), Campina Grande (2); Esperança (1) e Sumé (1).

No momento, a Paraíba está com sete óbitos em investigação.

Wscom

Joaquim Franklin

Joaquim Franklin

Formado em jornalismo pelas Faculdades Integradas de Patos-PB (FIP) e radialista na Escola Técnica de Sousa-PB pelo Sindicato dos Radialistas da Paraíba.

You May Also Like!

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.