Paraíba tem 20 açudes sangrando e 16 em estado crítico; veja lista com situação de 125 mananciais

Paraíba tem 20 açudes sangrando e 16 em estado crítico; veja lista com situação de 125 mananciais

Paraíba
Joaquim
22 de maio de 2023
141

Dados da Agência Executiva de Gestão das Águas da Paraíba (Aesa), conferidos pelo ClickPB neste domingo (21), mostram que o estado tem 20 açudes, do total de 125 monitorados pela agência, sangrando. Outros 16 mananciais estão em situação crítica, com menos de 5% da capacidade de armazenamento.

O balanço divulgado no site da Aesa também mostra que 76 açudes estão em condições normais, com capacidade de armazenamento entre 21% e 100%, e outros 23 estão em observação, com capacidade entre 5% e 20% de capacidade.

O ClickPB apurou que todos os cinco maiores açudes do estado, com capacidade de armazenamento maior do que 250 milhões de metros cúbicos (m³), estão em situação considerada normal.

Coremas – tem capacidade máxima de 744.144.694 milhões de m³ e está com 56,9%, equivalente a 423.792.65 milhões de m³;

Mãe D’Água – tem capacidade máxima de 545.017.499 milhões de m³ e está com 57,4%, equivalente a 313.319.924 milhões de m³;

Epitácio Pessoa (Boqueirão) – tem capacidade máxima de 466.525.964 milhões de m³ e está com 47,2%, equivalente a 220.598.821 milhões de m³;

Engenheiro Ávidos – tem capacidade máxima de 293.617.376 milhões de m³ e está com 35,2%, equivalente a 103.600.499 milhões de m³;

Acauã – tem capacidade máxima de 253.142.247 milhões de m³ e está com 58%, equivalente a 147.052.367 milhões de m³.

Já os cinco açudes em situação mais crítica, conforme visto pelo ClickPB, estão com a seguinte capacidade:

Bastiana – tem capacidade máxima de 1.271.560 milhão de m³ e está com 0,03%, equivalente a 393 m³;

São José IV – tem capacidade máxima de 554.100 mil m³ e está com 0,43%, equivalente a 2.380 mil m³;

Riacho de Santo Antônio – tem capacidade máxima de 6.834.000 milhões de m³ e está com 0,05%, equivalente a 3.125 mil m³;

Sabonete – tem capacidade máxima de 1.952.540 milhão de m³ e está com 0,17%, equivalente a 3.392 mil m³;

Jeremias – tem capacidade máxima de 4.658.430 milhões de m³ e está com 0,12%, equivalente a 5.764 mil m³.

Veja abaixo a lista completa com a situação dos 125 açudes monitorados pela Aesa.

Joaquim Franklin

Joaquim Franklin

Formado em jornalismo pelas Faculdades Integradas de Patos-PB (FIP) e radialista na Escola Técnica de Sousa-PB pelo Sindicato dos Radialistas da Paraíba.

You May Also Like!

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.