Prefeitura de Aguiar emite Nota de Protesto contra desapropriação de terras na cidade de Carrapateira PB

Prefeitura de Aguiar emite Nota de Protesto contra desapropriação de terras na cidade de Carrapateira PB

Vale
Joaquim
7 de junho de 2024
46

PREFEITURA MUNICIPAL DE AGUIAR

NOTA DE PROTESTO

A prefeitura Municipal de Aguiar PB, vem a público pela presente se pronunciar em apoio ao sentimento de revolta e indignação que deixou toda população aguiaense perplexa diante do equivocado ato administrativo publicado pelo governo do estado da Paraíba na última terça feira dia 04 de junho de 2024, no qual decreta desapropriação de terras na Cidade de Carrapateira PB, com objetivo de construção do complexo científico “Cidade da Astronomia”, que será erguido com recursos do tesouro estadual naquele município, sob a alegação de apresentar aos paraibanos, turistas e pesquisadores um roteiro científico de potencialidades regionais, como parte integrante de um complexo que será composto pelo Radiotelescópio Bingo, em Aguiar, o Museu da Transposição do Rio São Francisco, em Cajazeiras, e Museu do Vale dos Dinossauros, em Sousa.

O fato é que: existe um motivo e uma justificativa para a criação do título de Cidade da Astronomia, esse motivo é a instalação do Rádio Telescópio BINGO no município de Aguiar, raro equipamento de pesquisa científica a nível internacional, para desenvolvimento de um gigantesco estudo da evolução do universo, pesquisa esta com projeção mundial.

O questionamento da população do município de Aguiar é: se o Telescópio BINGO está sendo instalado no município de Aguiar, porque que a “Cidade da Astronomia” do Estado da Paraíba não será AGUIAR?

Desde o início, quando foram feitos os primeiros contatos pelos representantes da Universidade Federal de Campina Grande-UFCG, com a prefeitura municipal, para viabilizar a implantação do projeto, a população do município acompanhou o engajamento da administração municipal em apoio ao desenvolvimento das atividades preliminares necessárias para superar as dificuldades e obstáculos iniciais. Quando o BINGO não tinha ainda tanta visibilidade, entre outras ações, o município de Aguiar adquiriu com recursos próprios o terreno indicado pelos estudos científicos como melhor lugar para

construção das instalações e DOOU formalmente a propriedade adquirida a UFCG, em seguida com maquinários próprios e despesas por conta própria, abriu estradas, construiu bueiros, e sempre disponibilizou transporte próprio para visitas de cientistas internacionais e componentes de equipes de pesquisadores, prestando o necessários apoio e colaborando com o desenvolvimento deste importante projeto.

Quando a implantação do projeto passou a gerar publicações de matérias jornalísticas de repercussão nacional e internacional, despertando com isso a curiosidade de turistas regionais, de outros estados do Brasil e de todo planeta, mostrando a potencialidade que o BINGO carrega consigo para o desenvolvimento do seu entorno, passou a atrair também o interesse de outras esferas governamentais e municípios circo vizinhos, criando com isso expectativas de fomento ao desenvolvimento da região. Nesse sentido é que a população local NÃO aceita a construção de um complexo científico, motivado pela existência do BINGO, com o título de “Cidade da Astronomia”, que não seja na cidade de AGUIAR.

Seria incompreensível a construção de um Parque dos Dinossauros na Cidade de Cajazeiras, quando as pegadas existentes se localizam no município de Sousa, de forma semelhante é inaceitável a titularidade de CIDADE da ASTRONOMIA ser concedida a outra cidade diferente de AGUIAR PB.

A Instalação do complexo científico na cidade de Carrapateira, com a proposta de circuito de roteiro científico de potencialidades turísticas regionais compostas por Sousa, Cajazeiras e Carrapateira, exclui o município de Aguiar e todo vale do Piancó da oportunidade de desenvolvimento através do potencial de atratividade do BINGO.

Nunca houve, em tempo algum, neste carente território do município de Aguiar no Estado da Paraíba, uma oportunidade tão grandiosa de desenvolvimento local, tanto econômico como social, dada a extensão do projeto que se deslumbra com potencial enorme de fomento ao turismo na região.

Em tempo, esperamos que o governo do estado se sensibilize com o apelo da população do município de Aguiar e de outros municípios da região do vale do Piancó e possa corrigir a localidade da construção do referido complexo científico, atribuindo o justificado e compreensível título de Cidade da Astronomia à Cidade de AGUIAR PB.

 

 

Manoel Batista Guedes Filho Prefeito Municipal

Joaquim Franklin

Joaquim Franklin

Formado em jornalismo pelas Faculdades Integradas de Patos-PB (FIP) e radialista na Escola Técnica de Sousa-PB pelo Sindicato dos Radialistas da Paraíba.

You May Also Like!

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.