PT e PSB têm reunião decisiva sobre Federação nesta quarta-feira

Dirigentes do PT e PSB têm nesta quarta-feira (9) uma reunião decisiva sobre a formação de uma Federação entre as duas siglas, informa o Estado de S. Paulo. O PT deve apresentar uma resposta sobre a carta de condições impostas pelo PSB no início de fevereiro para firmar a aliança.

Em caso de discordância, o PSB pode desistir das negociações. O apoio à candidatura do ex-presidente Lula (PT) ao Palácio do Planalto, porém, parece não estar ameaçado. Em janeiro, o próprio presidente do PSB, Carlos Siqueira, garantiu que a legenda apoiará Lula independentemente da Federação.

O PSB espera que o PT, que já abriu mão de candidaturas próprias no Rio de Janeiro e em Pernambuco, ceda apoios no Acre, Espírito Santo e Rio Grande do Sul. Em São Paulo, onde Fernando Haddad (PT) e Márcio França (PSB) aparecem como pré-candidatos, a situação é mais delicada e deve ser tratada só no futuro.

Internamente, membros do PSB discutem os prós e contras da Federação. Alguns temem que a sigla seja “engolida” pelo PT e perca relevância, outros veem na Federação um facilitador para a formação de chapas estaduais.

 

 

247

Joaquim Franklin

Formado em jornalismo pelas Faculdades Integradas de Patos-PB (FIP) e radialista na Escola Técnica de Sousa-PB pelo Sindicato dos Radialistas da Paraíba.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.