Taxa anual de desocupação na Paraíba cai para 9,6% em 2023, revela IBGE

Taxa anual de desocupação na Paraíba cai para 9,6% em 2023, revela IBGE

Paraíba
Joaquim
17 de fevereiro de 2024
43
O Estado da Paraíba encerrou 2023 com queda de 2,8 pontos percentuais na taxa anual de desocupação, quando comparado ao ano anterior, segundo informações da Pesquisa Nacional por Amostra de Domicílios Contínua (Pnad), divulgadas nesta sexta-feira (16) pelo Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE). A taxa anual de desocupação do ano passado foi reduzida para 9,6% contra 12,4% em 2022.

Segundo o IBGE, a taxa anual de desocupados de 2023 foi a terceira melhor taxa da Paraíba na série histórica do indicador, nos últimos 12 anos. O menor índice de desocupação anual da Paraíba foi no ano de 2014 quando alcançou 8,1%, enquanto o segundo melhor ano foi em 2013 (8,2%). O índice de 2023 é semelhante ao do ano de 2015 (9,6%), período de pré-pandemia.

MENOR QUE A DO NORDESTE – O indicador paraibano em 2023 ficou também abaixo da taxa média de desocupação da Região Nordeste (10,4%), que ainda permanece acima de dois dígitos. No ranking do Nordeste, a Paraíba (9,6%) ficou em quarto lugar no ano passado, após Maranhão (7,9%), Ceará (8,5%) e Alagoas (9,2%). De 5º ao nono lugar ficaram: Piauí (9,8%); Rio Grande do Norte (10,7%); Sergipe (11,4%), Bahia (13,2%) e Pernambuco (13,4%).

CONCEITO DE DESOCUPADO – O IBGE classifica como pessoas desocupadas aquelas que não estavam trabalhando, mas estavam disponíveis para trabalhar e também tomaram alguma providência efetiva para conseguir trabalho nos trinta dias anteriores à semana em que responderam à pesquisa.

SOBRE A PNAD – A Pesquisa Nacional por Amostra de Domicílios Contínua (PNAD) é o principal instrumento para monitoramento da força de trabalho no país. A amostra da pesquisa por trimestre no Brasil corresponde a 211 mil domicílios pesquisados. Cerca de dois mil entrevistadores trabalham na pesquisa, em 26 estados e Distrito Federal, integrados à rede de coleta de mais de 500 agências do IBGE.

Portal WSCOM

Wscom
Joaquim Franklin

Joaquim Franklin

Formado em jornalismo pelas Faculdades Integradas de Patos-PB (FIP) e radialista na Escola Técnica de Sousa-PB pelo Sindicato dos Radialistas da Paraíba.

You May Also Like!

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.