Análise genética confirma a morte de líder do Grupo Wagner

Análise genética confirma a morte de líder do Grupo Wagner

Mundo
Joaquim
27 de agosto de 2023
69

A morte de Yevgueni Prigozhin, líder do grupo paramilitar russo Wagner, cujo avião caiu na última quarta-feira, 23, foi confirmada por análise genética. A informação foi divulgada neste domingo, 27, pelo Comitê de Investigação da Rússia (CIR).  Depois de realizar uma “análise genética molecular”, foi estabelecido que as identidades das dez vítimas cujos corpos foram encontrados “correspondem à lista” de passageiros e tripulantes do avião, incluindo Prigozhin, afirmou o comitê em um comunicado.

Na sexta-feira, 25, o CIR encontrou as caixas-pretas do avião de fabricação da Embraer que caiu com dez pessoas a bordo, entre elas, o chefe do grupo mercenário Wagner. Vários objetos e documentos também foram recuperados, o que é essencial “para esclarecer as circunstâncias do desastre aéreo”, segundo o CIR.

A imprensa russa especulou que alguém poderia ter roubado as caixas-pretas para evitar que fosse esclarecido se a queda foi um assassinato, como muitos veículos do país acreditam, e não um acidente. Quando o avião atingiu o solo na região de Tver, entre Moscou e São Petersburgo, os três membros da tripulação e os sete passageiros foram carbonizados.

O Kremlin negou veementemente a “especulação” de que o presidente russo Vladimir Putin estaria por trás da queda. “É tudo mentira”, disse o porta-voz da Presidência russa, Dmitry Peskov, em sua primeira entrevista coletiva por teleconferência após um hiato de quase três semanas.

 

 

Jovem Pan

Joaquim Franklin

Joaquim Franklin

Formado em jornalismo pelas Faculdades Integradas de Patos-PB (FIP) e radialista na Escola Técnica de Sousa-PB pelo Sindicato dos Radialistas da Paraíba.

You May Also Like!

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.