colegio mesquita

Assembleia da Paraíba não terá recesso e votação da LOA e de contas do governador serão feitas só em 2023

Assembleia da Paraíba não terá recesso e votação da LOA e de contas do governador serão feitas só em 2023

Destaque Paraíba
Joaquim
27 de dezembro de 2022
4

O presidente da Assembleia Legislativa da Paraíba, deputado Adriano Galdino (Republicanos) afirmou nesta terça-feira (27), em sessão, que o Legislativo vai analisar as contas do ex-governador Ricardo Coutinho (PT) e do governador João Azevedo (PSB) em janeiro e que não haverá recesso. A LOA de 2023 também deverá ser apreciada apenas no próximo ano.

Segundo Galdino, há “burocracias” que precisam ser cumpridas ao citar que não houve tempo hábil para que fossem formalizadas as devidas defesas, nem para a execução do trâmite necessário para a apreciação das pautas.

ALPB deve votar a Proposta de Lei Orçamentária Anual (LOA) em 2023. O orçamento tem que ser votado ainda nesta legislatura, que termina no dia 31 de janeiro, e as contas dos governadores podem ser votadas com prazo maior.

“Alguns deputados apresentaram emendas e outros não, ainda não existe condições regimentais para a gente votar todas, porque elas dependem de procedimento de defesa, da manifestação das partes envolvidas e até o dia de hoje essas respostas ainda não chegaram a Casa de Epitácio Pessoas, então dessa forma fica praticamente impossível e vamos voar em janeiro ou fevereiro”, disse.

Conforme apurou o ClickPB, a próxima sessão da Assembleia será no dia 1º de janeiro
com a posse do governador João Azevêdo, em sessão solene às 9h no Teatro Paulo Pontes.

A Mesa Diretora da Assembleia Legislativa da Paraíba (ALPB) homenageou ainda, nesta terça-feira (27), os deputados estaduais que estão se despedindo da Casa na próxima legislatura com um projeto de Resolução concedendo a Medalha Epitácio Pessoa aos parlamentares que estão deixando o parlamento: Edmilson Soares, Buba Germano, Anísio Maia, Pollyanna Dutra, Jeová Campos, Ricardo Barbosa, Doda de Tião, Dr. Érico, Raniery Paulino, Estela Bezerra, Cabo Gilberto, Moacir Rodrigues e Manoel Ludgerio.

 

 

Click PB

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.