Buba e Gilma Germano anunciam adesão à candidatura de Pedro Cunha Lima no segundo turno, mas não vão deixar PSB

O candidato ao Governo da Paraíba, Pedro Cunha Lima, recebeu mais um apoio a sua candidatura na manhã desta terça-feira (11). Desta vez, quem se une a chapa de oposição é um aliado histórico do grupo do governador João Azevêdo (PSB) e membro do PSB, o deputado estadual Buba Germano. Mesmo apoiando o adversário do partido, Buba assegurou: “Não vou deixar o PSB, eu sou do PSB”.

Sua esposa, Gilma Germano que concorreu a uma vaga na Assembleia em seu lugar, também vai aderir a chapa governista.  Em seu pronunciamento Buba se queixou da falta de apoio do governador e chegou a dizer que atualmente é mais aliado de Ricardo Coutinho do que de João Azevêdo. Ele atribuiu a derrota da sua esposa a essa falta de apoio do gestor estadual. “Tenho muito respeito pelo governador, mas estamos falando de política e de uma hora para outra ficamos em segundo plano”, explicou.

Buba é ex-prefeito de Picuí, está no segundo mandato na Assembleia Legislativa pelo PSB, mas não concorreu no último pleito, pois seu registro de candidatura foi impugnado pelo Ministério Público Eleitoral.

Sua esposa, Gilma Germano que concorreu a uma vaga na Assembleia em seu lugar, também vai aderir a chapa governista. Durante o anúncio, Buba disse que a esposa teve uma grande votação, mas que a falta de apoio foi decisiva.

Não é a primeira vez que Buba está com  o PSDB. Ele foi eleito (2005) e reeleito (2010) prefeito de Picuí pelo partido e só de filiou ao PSB em 2013.

 

 

Click PB

Joaquim Franklin

Formado em jornalismo pelas Faculdades Integradas de Patos-PB (FIP) e radialista na Escola Técnica de Sousa-PB pelo Sindicato dos Radialistas da Paraíba.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.