Operação Carnaval: PRF registra redução de 66% no número de mortes nas rodovias da Paraíba

 

A Polícia Rodoviária Federal realizou da sexta-feira (25) à quarta-feira (02), a Operação Carnaval, com o objetivo de prevenir acidentes, coibir crimes e garantir a mobilidade nas rodovias federais de todo o país. No estado da Paraíba, a PRF registrou uma redução de 66% no número de mortes nas rodovias.

Ao todo foram registrados 19 acidentes, neste ano, enquanto em 2021, esse número foi de 27, uma redução de 30%. Já os acidentes graves sofreram redução de 66%. Foram 09 em 2021, em oposição aos 03 registrados este ano. Além disso, em 2022 houve 01 morte, uma queda também de 66%, em relação às 03 registradas no ano passado.

A PRF também realizou a fiscalização de 5.619 veículos e 5.743 pessoas, um aumento de 14% em relação ao ano de 2021.

O combate à embriaguez ao volante foi dos principais focos da Operação, sendo realizados 1.944 testes de alcoolemia, um aumento de aproximadamente 300% em relação ao ano passado. Ao todo, 37 pessoas foram flagradas dirigindo sob influência de álcool nas rodovias federais da Paraíba, durante o período.

Das quase 1.500 infrações de trânsito flagradas, chamou a atenção, neste Carnaval, o número de pessoas observadas sem o cinto de segurança, nos veículos. Foram 148 infrações, um aumento de 155% em relação ao ano passado. A não utilização do cinto de segurança é um dos principais fatores responsáveis pela gravidade das lesões em vítimas de acidentes de trânsito.

COMBATE AO CRIME – Como resultado dos esforços de fiscalização, além da redução no número de acidentes, a PRF recuperou seis veículos, apreendeu uma arma e deteve 25 pessoas pela existência de mandados de prisão em aberto e por crimes como roubo, receptação e porte ilegal de arma, nos seis dias de Operação, no estado da Paraíba.

 

 

Assessoria PRF

Joaquim Franklin

Formado em jornalismo pelas Faculdades Integradas de Patos-PB (FIP) e radialista na Escola Técnica de Sousa-PB pelo Sindicato dos Radialistas da Paraíba.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.