Paraíba ocupa 2º lugar no ranking de vacinação contra a poliomielite e Saúde alerta para meta de 95%

Paraíba ocupa 2º lugar no ranking de vacinação contra a poliomielite e Saúde alerta para meta de 95%

Paraíba
Joaquim
28 de junho de 2024
16
A Paraíba ocupa a 2ª posição no ranking nacional de vacinação contra a poliomielite, cuja campanha está vigente no Estado até o domingo (30). Entretanto, a Secretaria de Estado da Saúde (SES) alerta para a baixa cobertura vacinal no Estado que, atualmente, é de 40,16%, um percentual insuficiente se comparado à meta de 95%.

De acordo com a chefe do Núcleo de Imunização da SES, Márcia Mayara, a vacina é imprescindível para diminuir o risco de reintrodução da doença no país e no estado. “Estamos na reta final da campanha de vacinação contra a poliomielite em todo o Estado, por isso, reforçamos aqui o chamamento para que os pais e responsáveis compareçam à unidade de saúde mais próxima, para vacinarem as crianças menores de cinco anos. Dessa forma, estaremos protegendo este público dessa doença grave que acomete os membros inferiores de forma irreversível”, explicou.

Com o objetivo de aumentar as coberturas vacinais no estado, o Governo da Paraíba ampliou a Campanha de Vacinação contra a pólio até este domingo (30). Além disso, para garantir o acesso das crianças menores de cinco anos à vacinação, a SES promoveu, em parceria com os 223 municípios, entre os dias 10 e 14 de junho, a Semana de Vacinação contra a Poliomielite nas Escolas de ensino infantil e creches. Também são realizados em todo o estado, dias “D” de Mobilização contra a doença, com aplicação de mais de 22 mil doses do imunizante, ofertadas em mais de mil salas de vacinação.

O último caso de poliomielite no Brasil ocorreu em 1989, na cidade de Sousa, e em 1994 o país recebeu a certificação de área livre de circulação do poliovírus selvagem. No entanto, em 2023, o Brasil foi classificado como de alto risco para a reintrodução do poliovírus pela Comissão Regional para a Certificação da Erradicação da Poliomielite na Região das Américas.

 

 

Secom-PB

Joaquim Franklin

Joaquim Franklin

Formado em jornalismo pelas Faculdades Integradas de Patos-PB (FIP) e radialista na Escola Técnica de Sousa-PB pelo Sindicato dos Radialistas da Paraíba.

You May Also Like!

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.