Rotas turísticas são estratégicas para desenvolvimento regional, afirma gestora do Sebrae

Uma das estratégias usadas para gerar negócios de turismo em uma determinada região é por meio da criação de rotas turísticas. Além disso, este é o caminho mais estratégico para o desenvolvimento regional, a partir das características comuns que integram e unem os municípios. Neste sentido, o Sebrae Paraíba, com as suas onze agências regionais, auxilia municípios de todo o estado a montar e implantar rotas turísticas por meio da capacitação e consultoria.

De acordo com a gestora de turismo e economia criativa do Sebrae Paraíba, Regina Amorim, montar uma rota turística é conhecer a realidade do território e identificar qual é o público interessado em vivenciar as experiências daquele destino turístico, ou seja, colocar o turista certo no lugar certo. “São várias as modalidades de turismo que podem atender a demanda de vários clientes: turismo rural, turismo de aventura, gastronômico, cultural, religioso, sol e mar, ecoturismo, dentre outros. A rota vem suprir a demanda do turista com a diversidade de atrativos, vegetação, paisagens únicas e boas experiências que enriquecem a sua viagem”, explicou.

A gestora afirmou que contratar uma consultoria especializada contribui para que os atores do território comecem a enxergar o que pode ser singular, inusitado e criativo, unindo a cultura, as crenças e os valores da comunidade. “Uma rota turística se caracteriza e se destaca pelos seus atrativos e a sua capacidade de gerar negócios do turismo. Estas rotas podem se destacar por permitir o acesso ao patrimônio natural, cultural ou histórico de importância, atendendo a uma das modalidades do turismo”, exemplificou.

Em 2021, o Sebrae qualificou na região turística Vale dos Sertões as rotas de ciclismo e gastronomia, que já integram nove municípios e têm motivado as ciclo viagens de turistas que buscam os esportes de aventura, e os turistas cuja motivação maior de sua viagem é conhecer as comidas e bebidas do lugar que visitam. Ao todo, a Paraíba conta com doze regiões turísticas e em todas já têm uma ou mais rotas turísticas.

“O Sebrae tem atuado com eficácia e excelentes profissionais para a interiorização do turismo. Muitos prefeitos têm firmado a parceria com o Projeto de Turismo Criativo e Colaborativo da instituição, avançando na consultoria e na capacitação para novos negócios e, consequentemente, a geração de emprego e renda, local e regional. Havendo interesse do gestor público municipal, a instituição apresenta proposta de prestação de serviços para o desenvolvimento do turismo”, salientou Regina Amorim.

 

Portal Paraíba

Joaquim Franklin

Formado em jornalismo pelas Faculdades Integradas de Patos-PB (FIP) e radialista na Escola Técnica de Sousa-PB pelo Sindicato dos Radialistas da Paraíba.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.